top of page

Moda e Arte



A arte e a moda tem alguma relação? É claro que tem e a FSC vai te provar isso nesse post!!

Matéria por: Wallace Dankin

Data: 24/04/2024


A palavra Moda vem do latim "Modus" que significa modo ou costumes. É a expressão de um povo de determinado grupo ou sociedade, um sentido amplo para definir as expressões culturais. Nesse conceito as mudanças são lentas, podem ter poucas ou nenhuma transformação no decorrer de séculos como, por exemplo, no egito antigo por 3 mil anos não sofreram tantas interferências geograficas e culturais.



Já a Moda no sentido conceitual é definida como transformações periodicas na maneira de sevestir e se comportar para se diferenciar ou se incluir em um grupo social, que movimenta o mercado produtivo da industria do vestuario e acessórios, esse conceito de moda que conhecemos hoje inicia  no final da idade média quando começa a surgir o Período do Renascimento em meados do século XIV e XVI caracterizado por várias transformações profundas na arte, na moda, ciência, pensamentos, um período de transição do mundo medieval para o mundo moderno, sendo  extremamente importante para entender a moda e a arte que conhecemos.

Já palavraAarte tem origem do latim  "ars", artis significa técnica ou habilidade, vem como forma de expressar sentimentos, emoções, pensamentos,  não sabe ao certo o início das artes mas estima-se que tem origem na pré-história antes mesmo da escrita a humanidade se expressavam por meio de pinturas e objetos, únicos registros desse período.


"Moda é mais do que vestimos"


 A moda é mais do que apenas roupas que vestimos; é uma manifestação de criatividade e expressão pessoal. Designers de moda são artistas em seu próprio direito, usando tecidos, cores, texturas e formas para criar peças que contam histórias e provocam emoções. Cada coleção de moda é uma obra de arte que capta o espírito de uma época.

A moda também se relaciona intimamente com a história da arte. Pensemos nos vestidos extravagantes do século XVIII, que se assemelhavam a pinturas vivas em sua riqueza de detalhes e cores, ou então, nas criações futuristas da década de 1960. A moda frequentemente olha para a arte clássica e contemporânea em busca de inspiração, reinterpretando pinturas famosas ou esculturas icônicas em estampas e bordados.

Assim como a arte, a moda também pode ser uma forma poderosa de fazer comentários sociais e políticos. Designers de moda frequentemente usam suas coleções para abordar questões importantes, como igualdade de gênero, diversidade, sustentabilidade e muito mais. Por exemplo, a marca de moda sustentável Patagônia não apenas cria roupas e acessórios ecologicamente corretos, mas também usa sua plataforma para defender questões ambientais.

Da mesma forma, estilistas como Vivienne Westwood têm usado a moda como um veículo para expressar suas opiniões políticas e sociais, criando peças que desafiam as normas estabelecidas e provocam debates importantes.


A arte é uma fonte inesgotável de criação, temos  muitos exemplos  como  Yves Saint Laurent que se inspirou ao longo de sua trajetória em varios artistas para criar suas peças e em movimentos artísticos principalmente a  Art Déco que surgiu em meados do século XX com características principais a geometria, simetria, obras extravagantes e luxuosas, misturavam as artes plásticas e o artesanato, o surrealismo movimento que surgiu na europa  em 1919 que tem como características oníricas em que entra no inconsciente humano, o principal pintor desse movimento é pintor Salvador Dali.


Alguns exemplos de obras de Yves Saint laurent que foram inspirados nas artes:


Coleção de outono/inverno de 1965 inspirada na arte moderna, com base na obra de Piet Mondrian, os vestidos foram produzidos para representar de maneira fiel a pintura, usando as cores primárias utilizadas no quadro, vermelho azul e amarelo, considerado um ícone fashion conhecido até hoje.





O lago de ninféias  de Claude Monet foi a inspiração  para a criação de um casaco.






Os quadros de  La gerbe e L’escargot de Henri Matisse foi inspiração para construir belas estampas para os vestidos.





Van Gogh, inspiração para criar peças bordadas na coleção de primavera/verão de 1988, inspirada nos quadros  Girassóis (1888)  e Lírios (1889).




Yves Saint Laurent é o estilista que mais se inspirou nas artes plásticas  para criar suas coleções. 


Outras colaborações, a Louis Vuitton em parceria com a artista plástica Yayoi Kusama  que lançou uma coleção Infinitely Kusama com roupas, acessórios com cores vivas e vibrantes, com a famosa estampas de bolinhas.



Obras do  pintor austriaco Gustav Klimt, fonte de inspiração para várias marcas de luxo com a Dior na coleção de 2008.





No Brasil temos algumas marcas que prestigiaram artistas nacionais como é o caso da Grife Água de Coco que inspirou nas obras de Tarsila do Amaral, uma  das principais artistas do movimento modernista brasileiro iniciado em 1922 na semana de arte moderna no teatro municipal de São Paulo, a coleção vem com estampas dos quadros A Lua e Sol Poente,Antropofagia, O batizado de macunaíma e Abaporu, foram utilizadas além de releituras das pinturas, as  cores e curvas  predominantes para construção  das peças. Enfim são apenas alguns exemplos onde a moda e arte se misturam através de colaborações entre estilista e artistas, temos também outra vertente quando o estilista é um artista e criam coleções completamente voltada para a arte.

A moda e a arte têm uma relação  fascinante que se desenrola diante de nós. A moda é, em sua essência, uma forma de arte que nos permite expressar nossa individualidade e capturar o espírito do nosso tempo. Ela também se inspira na arte, colabora com artistas e faz comentários sociais e políticos, tornando-se uma parte vital do nosso mundo criativo.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Met Gala

Comments


bottom of page